21 de setembro – Dia Mundial da doença de Alzheimer

Entrevista Luciana Aguiar – Terapeuta Ocupacional
12/09/2017
Cuide do seu coração!
02/10/2017

21 de setembro – Dia Mundial da doença de Alzheimer

O Dia Mundial da Pessoa com Doença de Alzheimer é celebrado anualmente a 21 de setembro.

A Doença de Alzheimer é a forma mais comum de Demência, constituindo cerca de 50% a 70% de todos os casos.

O QUE É A DOENÇA DE ALZHEIMER?

A Doença de Alzheimer é um tipo de demência que provoca uma deterioração global, progressiva e irreversível de diversas funções cognitivas (memória, atenção, concentração, linguagem, pensamento, entre outras).
Esta deterioração tem como consequências alterações no comportamento, na personalidade e na capacidade funcional da pessoa, dificultando a realização das suas atividades de vida diária.

QUAIS OS SINTOMAS?

Nas fases iniciais, os sintomas da Doença de Alzheimer podem ser muito subtis. Todavia, começam frequentemente por lapsos de memória e dificuldade em encontrar as palavras certas para objetos do quotidiano.
Estes sintomas agravam-se à medida que as células cerebrais vão morrendo e a comunicação entre estas fica alterada.

Outros sintomas característicos:
Dificuldades de memória persistentes e frequentes, especialmente de acontecimentos recentes;
Apresentar um discurso vago durante as conversações;
Perder entusiasmo na realização de atividades, anteriormente apreciadas;
Demorar mais tempo na realização de atividades de rotina;
Esquecer-se de pessoas ou lugares conhecidos;
Incapacidade para compreender questões e instruções;
Deterioração de competências sociais;
Imprevisibilidade emocional.

Consoante as pessoas e as áreas cerebrais afetadas, os sintomas variam e a doença progride a um ritmo diferente. As capacidades da pessoa podem variar de dia para dia ou mesmo dentro do próprio dia, podendo piorar em períodos de stress, fadiga e problemas de saúde. No entanto, o certo é que vai existir uma deterioração ao longo do tempo. A Doença de Alzheimer é progressiva e degenerativa e, atualmente, irreversível.

No Colibri dispomos de um programa especificamente vocacionado para pessoas com a doença de Alzheimer, no sentido de retardar os efeitos da doença, gerir os sintomas de forma mais proativa e apoiar os cuidadores/família. Pode ser realizado individualmente ou em grupo, sendo que as intervenções individualizadas variam com a disponibilidade e horário mais conveniente para o cliente e as atividades em grupo realizam-se às segundas, quartas e sextas das 10h00 às 11h00.