Saúde emocional (com diabetes)

Cuidar de quem cuida
07/11/2017
Entrevista Sílvia Palas – Naturopata e Terapeuta de Shiatsu e Reiki
21/11/2017

Saúde emocional (com diabetes)

No dia 14 de novembro, Dia Mundial da Diabetes, falamos de um problema que ainda não é muito debatido, mas existe – o stress e a saúde emocional das pessoas com Diabetes.
Lidar com as exigências físicas, mentais e emocionais do dia-a-dia pode nem sempre ser uma tarefa fácil.
O stress é uma reação física e mental para o perigo percebido e tem sido comprovado que provoca mudanças nos níveis de glicose do sangue, o que pode ser problemático para pessoas com diabetes.

Como é que o seu corpo reage ao stress?
Quando se sentir sob pressão pode verificar se os seus níveis de glicemia sobem.
Quando está stressado, o seu corpo liberta uma mistura de hormonas. O seu papel é fazer com que esteja preparado para reagir a determinada situação ou emoção, libertando uma grande quantidade de energia armazenada e tornando-a disponível a ser utilizada pelos músculos.
O tipo de stress mais sentido pelas pessoas é o stress mental e não o físico mas, o seu corpo pode não perceber essa diferença. Assim, o stress mental faz com que as suas hormonas bombeiem glicose para o sangue, mesmo que não precise.

Stress e diabetes
As hormonas do stress tendem a aumentar os seus níveis de glicose no sangue, principalmente se tem diabetes tipo 2.
Para a diabetes tipo 1, no entanto, a situação não é tão clara. Para algumas pessoas com diabetes tipo 1, os níveis podem até descer, possivelmente devido a uma mudança na rotina, ou aumento da atividade física.

Manter o stress sob controlo
Às vezes, o stress não pode ser evitado mas, embora possa não ser capaz de viver uma vida livre de stress, há coisas que pode fazer para ajudar a reduzir os seus efeitos.

1. Identifique o que está a causar o stress
Pare um momento para identificar o que lhe está a causar preocupação. O truque é aceitar que algumas coisas estão fora do nosso controlo e, em seguida, concentre-se nas coisas que pode controlar.

2. Exercício
Fazer mais exercício pode ser uma excelente maneira de reduzir os efeitos do stress. O exercício pode ajudar a abstrair-nos de muitos problemas e as hormonas libertadas pelos corpo durante o exercício (endorfinas), fazem-nos sentir mais felizes.

3. Relaxamento
Existem muitas técnicas de relaxamento. Pode tentar o seguinte: Sente-se por cinco minutos, relaxe e faça algumas respirações profundas e ritmadas ​​– inspire pelo nariz e expire lentamente pela boca.

4. Entenda de que forma o stress afeta a sua diabetes
Quando faz os seus testes regulares de glicose no sangue, dê uma pontuação de 1 a 5 ao seu nível de stress. Registe o seu nível de stress ao lado do seu resultado de glicose no sangue no seu registo de autocontrolo. Ao longo do tempo, se o stress afectar sua glicose no sangue, vai começar a ver um padrão de níveis que são mais elevados de acordo com o seu nível de stress.

É importante ter em conta que se gerir a sua diabetes está a ser muito difícil, então é importante discutir este assunto com um profissional de saúde. Juntos devem avaliar a situação e tentar encontrar alterações na rotina que podem fazer uma grande diferença.

No Colibri dispomos de aconselhamento e acompanhamento de curto ou longo prazo com um grupo de profissionais de diferentes áreas e com formação especializada que podem ajudá-lo a encarar os problemas que estão na origem do seu stress. Em conjunto, poderemos encontrar formas de melhorar a sua saúde emocional, o que, por sua vez, vai ajudar a gerir eficientemente a sua diabetes.